Filtro de Carvão Ativado

Filtro de Carvão Ativado

O equipamento é utilizado antes de equipamentos como desmineralizador, osmose reversa (a fim de não danificar as membranas) e abrandador (a presença do cloro pode afetar as resinas aniônicas e catiônicas).

Aplicação: Remoção de cloro, produtos químicos orgânicos (halogenados e hidrocarbonetos), sabor, odor e outros contaminantes de alta dispersão, através do processo de adsorção de partículas dissolvidas e quimissorção.


Elemento filtrante: carvão ativado de casca de coco.

Componentes: fundo falso com crepinas e defletor.

Pressão de funcionamento recomendada: 6 kg/cm².


Pressão Máxima: 8 kg/cm². *Acima consulte.

Montagem: aço carbono ou aço inox.

Conexões: victaulic, ponta de rosca e flange.

Acabamento: banho de fosfato interno e externo, fundo primer e tinta PU externo.

MANAUS9-removebg-preview.png
 

funcionamento

água bruta
RETENCÃO-removebg.png
adsorção das impurezas nos poros do carvão ativado
água filtrada
com_particulas-removebg.png
fundo falso com crepinas

filtração

Processo de adsorção de partículas dissolvidas e redução catalítica do cloro.

com_particulas-removebg.png
particulas com água.PNG
descarte
água filtrada
defletor

retrolavagem

Remoção das partículas, mas não limpeza total do leito. Realize testes físico-químicos periódicos para realização da troca do elemento filtrante.

 
 

opções disponíveis

informações para projeto:

  1. Vazão.

  2. Origem da água.

  3. Condições da água, teste físico-químico com as concentrações de cloro e compostos orgânicos.

  4. Presença de odor e gosto.

variações do produto

IND 2X400 MANUAL.PNG
Sistema de Carvão Ativado Manual
2X400 AUTO SEM BASE COM TELA.JPG
Sistema de Carvão Ativado Automático
 

orientações de uso

  1. Filtros de carvão ativado não removem sódio, cloretos, nitratos, fluoretos e dureza.

  2. Verifique as condições do carvão sempre que possível, quando fora da validade o mesmo se torna um bloco sólido de difícil remoção.

  3. Ao adicionar um novo elemento filtrante atente-se em deixar um espaço de 30% do volume total do filtro para garantir a eficácia da retrolavagem.

  4. Não adicione reagentes químicos antes do filtro, água com pH<6 (água ácida) acelera o processo de corrosão do equipamento.

  5. A frequência de retrolavagem depende exclusivamente da água a ser tratada, faça testes utilizando o visor de retrolavagem. Leitos de carvão ativado precisam ser retrolavados periodicamente.

  6. Procure sempre fazer um teste físico-químico para certificar-se das impurezas presentes na água.

  7. Antes de adicionar o meio filtrante, verifique se as crepinas estão bem rosqueadas e adicione óleo lubricante na rosca macho do fundo falso.